• Crônicas e afins
  • 8:05 am

    Esta é a primeira crônica de que me recordo. Foi publicada originalmente em 2012, sobre minha chegada no Porto em fevereiro do mesmo ano.  Minha vista da janela do avião já não é mais tão ensolarada quanto há cerca de 9 horas. O clima, sem sombra de dúvida, não é mais o mesmo. Começo até a pensar que […]